Clube de Xadrez OnLine

O site da comunidade enxadrística

Usuários on-line neste momento: 89 
Treinamento ON-LINE

Professor Gérson Peres Batista

Conheça o Treinamento ON-LINE com o Prof. Gérson Peres Batista.

O Espírito da Abertura

 

Portal CXOL

Acesse os sites que fazem parte do Portal Clube de Xadrez On-line

Jornal Xadrez Diário

Darcy Gustavo Machado Vieira LimaConheça o Jornal Diário de Xadrez do grande mestre e tricampeão brasileiro Darcy Lima.
Assinatura

Jornal Chess Today

Chess TodayO grande mestre irlandês Alexander Baburin dirige o principal jornal diário de xadrez do mundo.
Assinatura

Jornal NotiChess

Júlio GonzalezO Jornal NotiChess é diário e preparado por Julio Gonzalez, da Argentina, sendo distribuído em língua espanhola.
Assinatura

jogue on-line

Internet Xadrez Clube

Aprenda a jogar - aula 1

sábado, 1 de janeiro de 2005 | 23:43

 

 

Embora algumas pessoas relutem em jogar xadrez por considerá-lo difícil, há casos de crianças com menos de 5 anos que aprendem apenas assistindo outras pessoas praticando.

Portanto, se você ainda não joga, agora não há mais desculpa: aprenda já!

 

Introdução

Este artigo tem por objetivo principal tentar ensinar da maneira mais prática possível as regras e noções elementares do jogo de xadrez, dando suporte para que você possa jogar com os amigos e começar disputar campeonatos porque afinal, como disse o grande mestre Paul Keres: "Ninguém nasce um mestre, o caminho para a maestria é atingido após longos anos de aprendizado, lutas, alegrias e decepções".

História

Onde surgiu o xadrez?

Seria impossível afirmar com certeza a origem do xadrez, mas conta-se que na Índia, no século VI, um sábio denominado Sissa apresentou ao monarca da época um jogo cujo nome era chaturanga e que com o passar dos anos foi expandido pelos paises da Europa até chegar ao nome e movimentos de hoje.

Esse jogo que ele apresentou foi através de um concurso promovido pelo rei que por ser muito generoso oferecia o direito de pedir o que quisesse à custa do jogo mais interessante, com objetivo de distraí-lo, pois tinha perdido seu filho em combate há pouco tempo.

Mas deixou bem claro: não queria qualquer jogo. Desejava algo lógico que não dependesse de sorte para ganhar, mas sim de raciocínio.

Foi então que o brâmane Sissa encantou o rei, apresentando e explicando o nome das peças, seus movimentos e o que cada uma representava no reino onde viviam.

Após toda a explicação e de terem, inclusive, jogado uma partida, o rei agraciado com o sábio lhe perguntou o que queria em troca do tão criativa invenção.

- Nada quero - respondeu Sissa demonstrando além de muita sabedoria bastante humildade.

Entretanto, depois de insistentes pedidos o sábio disse que não queria ouro, palácio, nem terras, deixando bem claro que o objetivo dele era deixar o rei satisfeito e que somente a alegria transmitida era seu pagamento, mas visto que o nobre rei sentia-se ofendido em não recompensá-lo, Sissa respondeu que queria seu pagamento em grãos de trigo.

Explicou que os grãos de trigo deviam ser colocados sobre o tabuleiro de xadrez (que tem 64 casas), sendo que na primeira seria posto 1 grão, na segunda 2, na terceira 4, 8, 16, e assim dobrando sucessivamente...

A principio o rei e todos que estavam à sua volta riram dizendo ser ridículo o pedido dele e que estava desperdiçando a concessão dada.

O sábio reafirmou sua decisão e continuou insistindo no pedido, até que o rei ordenou para que um de seus empregados trouxesse alguns sacos de trigo para que pudesse pagar os serviços oferecidos por Sissa.

Foi então que começou a distribuição dos grãos. Porém, quando estavam chegando nas trinta e duas casas do tabuleiro concluíram após alguns cálculos que se juntasse todo o trigo do mundo não daria para pagá-lo e precisaria de toda produção de trigo da época na Índia cultivada por mais de 60.000 anos, sendo que o total corresponderia a 2.305 montanhas (o número exato é 18.446.744.073.709.551.616 grãos)!

Diante disso, surpreso, o rei não soube diferenciar o que foi mais inteligente: o jogo ou o pedido que o sábio fez?

Naturalmente, Sissa já sabia que seria impossível pagá-lo daquela maneira e liberou o rei de cumprir seu pedido!

Conta ainda a lenda que o rei, percebendo a grande sabedoria de Sissa, pediu com insistência para que ele permanecesse trabalhando como primeiro ministro e pudesse com seus conhecimentos aconselhá-lo, beneficiando o povo e auxiliando estrategicamente na segurança de seu reino...

Definição

O xadrez é apontado como o jogo mais intelectual dos praticados no mundo, graças ao seu aspecto artístico, científico e competitivo.

É um jogo que se assemelha à guerra, onde um exército luta contra outro dispondo do mesmo número de elementos no início da partida.

O tabuleiro representa o campo de batalha e as peças são de aparência e movimentos diferentes, sendo elas rei, dama (ou rainha), torre, bispo, cavalo e peão, cada peça representando em seus movimentos uma figura de antigamente.

Regras e noções elementares


Elementos do jogo de xadrez

Tabuleiro: o jogo é disputado em um tabuleiro de 64 casas (8x8) de cores alternadas.

O tabuleiro se divide em casas, colunas, fileiras e diagonais.

Casa - menor parte do tabuleiro, sendo em seu total 64.

Colunas - conjunto de casas dispostas em uma mesma linha vertical.

Fileiras - conjunto de casas dispostas em uma mesma horizontal.

Diagonais - conjunto de casas da mesma cor em direção inclinada. Ao todo são 26 diagonais, sendo a menor duas casas e a maior oito.

Objetivo do jogo

Antigamente, ou até hoje em alguns países, o rei é a figura mais importante. Como o propósito do invento era proporcionar alegria ao rei, não poderia ser diferente: seu objetivo único é a morte do rei adversário!

Isso se dá através de uma jogada que se generalizou chamar de xeque-mate (do persa "shah mat", que significa rei morto), representando uma posição em que o monarca não pode ser defendido.

Continua...

 

 
Comentários

17 Comentários

carlos alberto de jesus
     qua.,29 de jun / 2011
     10:44

sou iniciante e tenho duvidas com o movimento al passo. a regra nao esta totalmente clara para mim!! no mais, xadrez é muito exitante!!!

Gérson Peres Batista
     sex.,13 de mai / 2011
     13:23

Boa tarde, amigo Bento. Fico feliz em saber que aprovou o conteúdo do livro "O Espírito da Abertura". Infelizmente seu e-mail não chegou até nossa caixa postal sobre a compra dos livros que relacionou em sua mensagem. Você poderá nos enviar uma mensagem (loja@clubedexadrez.com.br), ligar aqui na empresa (35-35589317) ou mesmo fazer a compra diretamente na loja (www.clubedexadrez.com.br/shop), que está preparada para vendas on-line 24h. Ficamos às ordens! Prof. Gérson Peres Batista - Editor do CXOL!

Bento Emanuel Ramos Mello
     sex.,13 de mai / 2011
     13:03

Caro professor Gérson. Cadastrei-me ontem no Clube de Xadrez, embora dele já tivesse conhecimento já há algum tempo. Fiz um novo pedido para compra de livros. Mas creio que o e-mail não chegou até ai, talvez não tivesse sabido lidar no site. Dentre os livros, estão o de Darcy Lima e Júlio Lapertosa e o de Adriano Caldeira. Neste momento estou me aprontando para uma viagem a S.Paulo-SP. Quanto a aula de 2005 (a primeira), certamente é muito instrutiva. A propósito, em dezembro do ano passado, na Livraria Cultura, comprei o livro "Espírito da Abertura". É sensacional. Um abraço. Bento Emanuel

Gérson Peres Batista
     dom.,1 de mai / 2011
     07:20

Olá Danilo. Bom dia! Agradecemos o contato com o Clube de Xadrez On-Line. Obrigado por nos informar do erro de digitação. Este acaba de ser corrigido. Sobre sugestão de material didático recomendamos a aquisição do livro do MF Adriano Caldeira, intitulado "Para Ensinar e Aprender Xadrez na Escola". Link: http://www.clubedexadrez.com.br/shop/store/detalhes.asp?idProduct=397&session Sucesso em suas atividades. Equipe CXOL!

Danilo S. B. Moraes
     dom.,1 de mai / 2011
     01:44

Olá pessoal da redação tudo bem? E como vai professor, é um prazer estar aqui com vocês neste caminho. Antes eu gostaria de avisar que no décimo parágrafo do título História há um pequenino e único erro. Esta escrito: "O sábio reafimou sua decisão..." A palavra correta é REAFIRMOU. Eu iniciei algumas semanas como meus alunos o cursinho de xadrez, mas eu necessito de algumas dicas para ensinar, principalmente estratégias, pois eles sabem bem os movimentos, mas querem aprender movimentos como "Pastorzinho e Roque Grande e Pequeno", pois eu não sou um enxadrizta, mas eu gostaria e muito de me tornar. Então, irei ler este maravilhoso site e pedir algum auxílio. Agradeço desde já a atenção e até breve. Danilo.

Ivani Rodrigues de Oliveira
     sex.,22 de abr / 2011
     14:25

Meu nome é Ivani, Tenho 36 anos, comprei um jogo de xadrez da xalingo, xadrez oficial, quero aprender o mais rápido possível, Bjs

tadeu wellison
     seg.,21 de mar / 2011
     18:47

o xadres e o melhor

helane 2010@hotmail.com
     seg.,14 de fev / 2011
     11:11

por que joar xadrez

priscila nogueira duarte
     sáb.,22 de jan / 2011
     19:13

eu quero entrar neste jogo do xadrez muito obrigado pela sua ajuda .

marcella
     sáb.,11 de set / 2010
     21:28

Amei os jogos vou tentear aprender bem rapido.

marcella
     sáb.,11 de set / 2010
     21:25

o jogo do xadrez e muito legal, a gente pode se divertir e jogar pra ganhar ou perder ao mesmo tempo.E como paciencia mas e muito melhor.bjsss

Ellis Iara
     seg.,16 de ago / 2010
     11:28

Eu gostei muito mais é bom, mais rápido de aprender....

Paulo César G. Ferreira
     qua.,11 de ago / 2010
     10:54

Mesmo para as pessoas que jogam xadrez a muito tempo, ler sobre xadrez é sempre um prazer insaciável como é insaciável jogar no tabuleiro ou "on line". Quem aprende e pratica o xadrez o tem como uma necessidade para alimentar a mente e o espírito, e passa a ser uma pessoa mais feliz na vida por conhecer a tempo uma das coisas boas que o mundo pode oferecer. Muitas pessoas que descobrem tardiamente o xadrez só lamenta por não ter conhecido antes! Sou suspeito de falar assim, mas desde os 15 anos, quando aprendi xadrez em uma antiga coleção de livro de xadrez, numa cidade do interior de Minas Gerais, não perdi tempo em ensinar meu irmão 4 anos mais novo para ter um parceiro de jogo. Hoje tenho 51 anos e ainda jogamos cada vez com mais prazer. A trajetória de aprendizado no desenvolvimento da teoria fez com que eu explorasse a mim mesmo e descobrisse as minhas reais capacidades, e muitas surpresas agradáveis tive. O xadrez nos ensina a amadurecer e formar mais rapidamente

Ubiratan Guedes Da Silva
     seg.,9 de ago / 2010
     22:13

eu tive um sonho quando adolescente ser um militar eu sonhava diante dos anuncios na tv. Esse sonho foi quebrado pelo meu pai, e a minha falta de experiência da vida; me interessei por música e me formei músico, não tive sucesso, mas através dela eu aprendi muito. Jogo! chadrez é o único que me encanta, eu gostaria muito de asistir a uma partida, não sei nada; tá de parabéns aqueles que se dedica a essa arte e a sabedoria de movimentar as pedras para o lugar certo com a certeza de que foi a jogada de mestre; o nosso cerébro é a máquina mais perfeita que deus criou, e é verdade. mais uma vez meus parabéns não só pelo xadrez mas também pelo site.

José Valter dos Santos
     qui.,5 de ago / 2010
     14:35

é muito bom ter acesso a informações como estas pois nem sempre contamos com uma literatura que alimente nosso anseio por saber mais. Grato!

marizabeth nascimento fortunato
     ter.,27 de jul / 2010
     00:06

Adorei a introdução,vou aprender rápido.

claudinei luana marcelino
     seg.,5 de jul / 2010
     21:11

o jogo de xadrez é muito importante para todomundo,ou seja ,para todos os jovens.

Copyright 2010-2014|Clube de Xadrez On-Line   Razão social: Irany Peres Batista ME |Praça da Abadia, 51   São Sebastião do Paraíso/MG   (35) 3558-9317 / 8859-5791